Auxiliar de Memória

Cliente Casa da Memória (via ondamarela)

Ano 2019

Auxiliar de Memória-capa
Auxiliar de Memória-exposição
Auxiliar de Memória-capa
Auxiliar de Memória-desdobrável
Auxiliar de Memória-exposição
Auxiliar de Memória-exposição
Auxiliar de Memória-exposição
Auxiliar de Memória-desdobrável
Auxiliar de Memória-desdobrável
Auxiliar de Memória-exposição
Auxiliar de Memória-desdobrável
Auxiliar de Memória-exposição
Auxiliar de Memória-desdobrável

A Casa da Memória de Guimarães é um museu dedicado ao território e à comunidade, criado após a Guimarães 2012 Capital Europeia da Cultura. Em colaboração com a Ondamarela, organizámos uma visita-jogo que propõe um itinerário singular por sete pontos da coleção do museu.

A visita-jogo decorre em torno de uma seleção de 34 objetos e começa no ponto 18 – “O fio da meada”. Ao longo do percurso, cada participante deve tomar decisões acerca do caminho a percorrer e pode realizar várias atividades propostas nas fichas amarelas, colocadas ao lado de cada objeto. Durante a visita, o jogador assinala com um autocolante, no mapa, os pontos por onde passou. No final, regista o seu caminho no destacável do desdobrável e oferece-o a alguém—“(...) levas ao colo, transportas nos braços, não uma criança ou um objeto, mas o itinerário que acabaste de fazer”—in “O fio da meada” de Gonçalo M. Tavares.

O Auxiliar de Memória é um objeto analógico e interativo que pretende dinamizar a visita à Casa da Memória, possibilitando uma experiência singular de visita. Para além disso, pretende instigar o regresso do visitante ao museu, para percorrer outro caminho ou repetir o percurso com um convidado, aumentando a visibilidade da Casa da Memória.